Polícia Federal

Órgăo pretende lançar edital neste semestre

Os pedidos de abertura de concursos na Polícia Federal, para preencher 1.352 chances, ainda năo foram analisados pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestăo (MPOG), mas de acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Justiça, órgăo ao qual a PF é vinculada, a expectativa é de que os editais sejam publicados até o final deste semestre. O nome da empresa responsável por organizar as seleçőes năo está definido, pois a escolha depende do aval da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para a abertura dos postos.

As oportunidades contemplarăo cinco funçőes. Haverá chances para agente de polícia (396), escrivăo (362), agente administrativo (328), delegado (150) e papiloscopista (116).

Candidatos com o nível médio completo poderăo disputar as ofertas de agente administrativo, cujo salário especificado na tabela de remuneraçăo dos servidores federais de 2010 corresponde a R$ 2.988,44 – somadas as gratificaçőes.

O cargo de delegado exigirá o nível superior completo em direito para um vencimento previsto de R$ 13.368,68. Já os demais postos terăo como requisito a conclusăo do nível superior em qualquer área do conhecimento; nestes casos, o salário previsto é de R$ 7.514,33.

No fim no ano passado, a assessoria de imprensa da Polícia Federal revelou que a intençăo do órgăo é lançar, primeiramente, o processo seletivo para agente administrativo. Os profissionais que desejam exercer a carreira năo precisarăo frequentar curso de formaçăo, o que agilizará a posse dos aprovados. Em seguida, a PF deverá promover os concursos para delegado, escrivăo, agente de polícia e papiloscopista, dando prioridade ŕs seleçőes referentes aos dois últimos cargos.

Em 2009, a Polícia Federal abriu dois processos seletivos que ofereceram um total de 600 vagas: 400 de escrivăo e 200 de agente de polícia. As chances destinavam-se a candidatos com o nível superior completo em qualquer área e Carteira Nacional de Habilitaçăo (CNH) de categoria no mínimo B. 

Os concursos ficaram sob a responsabilidade do Cespe/UnB e as taxas de inscriçăo custaram R$ 110. Os concorrentes realizaram avaliaçőes objetiva e discursiva; testes físico, médico e psicológico; curso de formaçăo; e investigaçăo social. No exame objetivo aplicado para a funçăo de agente de polícia, os participantes responderam questőes sobre administraçăo, atualidades, contabilidade geral, direito (penal, processual penal, administrativo e constitucional), informática, legislaçăo especial, microeconomia, portuguęs e raciocínio lógico.

Năo perca tempo! Reserve o seu lugar na
PALESTRA INFORMATIVA GRATUITA!
>>>Clique Aqui!<<<
-----------------------------------------------------------------------------------------------------